03/12/2020  às 11hs53

Esportes

03/12 - Especial Mahicon Librelato: entrevista com o técnico Luiz Gonzaga Milioli


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Mahicon Librelato é um dos orleanenses mais honrosos. Aos que tiveram o privilégio de conhecer e conviver com ele, um fato é unanimidade: seu brilho não se restringia aos campos. O jovem prodígio era um ser humano excepcional. Além do talento fora da curva, a humildade e o sorriso sempre presente no rosto do atleta também eram dignos de nota.


A Rádio Guarujá realiza uma série de entrevistas visando prestar uma homenagem ao "filho de dona Maurina", como era carinhosamente chamado. Mahicon faleceu precocemente, há 18 anos, em 28 de novembro de 2002, com 21 anos de idade. Se vivo, hoje teria 39 anos e, sem dúvidas, caso fosse seu desejo, já teria feito história no futebol internacional e defendido a Seleção Brasileira em Copas do Mundo e Olimpíadas.


O entrevistado desta quinta-feira, dia 3, Gonzaga Milioli, que foi técnico de Mahicon Librelato no Criciúma Esporte Clube no período em que o craque disputou pelo time. Como era comum com Mahicon devido ao seu carisma, a relação com o técnico acabou indo além do trabalho. "Além de treinador, eu tinha ele como um filho. Ele me ouvia muito, passava na minha casa direto e a gente conversava. Foi bom conhecê-lo porque tive a honra e o prazer de ter esse jogador trabalhando comigo, mas triste pelo morte prematura. Tão jovem, com o futuro todo pela frente. Tanto tempo se passou, mas tenho certeza de que ele não será esquecido nunca".


Confira a entrevista completa neste link!


03/12/2020  às 11hs53