02/01/2019  às 09hs19

Saúde

Adolescente sofre graves queimaduras de água-viva em Jaguaruna

Ampla presença de medusas foi registrada também neste fim de semana em várias praias da região.


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Os veranistas no balneário Esplanada, em Jaguaruna, devem ficar atentos ao mar neste verão. No último domingo (16), a moradora de Morro da Fumaça, Maria Luiza Bertan, de apenas 13 anos, foi atacada por uma água-viva. De acordo com a mãe, Ana Paula C. Bertan, a adolescente estava acompanhada do pai no momento da queimadura.


“Eles estavam tomando banho juntos. Ele não foi atacado, só ela. Meu marido disse que viu algo na água que logo foi para o fundo. Com certeza era a água-viva. Logo em seguida ela sentiu a perna queimando, saiu correndo e gritando de dor. Como nossa casa é próxima do mar e eu já sabia que colocar vinagre é a primeira coisa a se fazer, foi o que fiz. E ela ainda tinha tentáculos grudados na perna. Levamos para o hospital em seguida”, conta.


No hospital, Ana Paula conta que a médica percebeu pelas lesões que era um tipo diferente de água-viva. “Fiquei assustada. Mas a médica falou que o vinagre foi a coisa certa a fazer. Tanto que ela orientou que todos devemos levar uma garrafinha de vinagre na bolsa de praia, já pensando na prevenção”, pontua.


“Era tanta dor durante a noite que a Maria Luiza não conseguia nem deitar, nem encostar nada, nem um lençol. Até para medicar foi difícil. Nada aliviava. Fiz compressas de vinagre”, explica.


Essa já é a segunda vez que Maria Luiza se machuca com água-viva, mas foi apenas um arranhão, nada parecido com as marcas deixadas do último domingo. “O susto e a dor foram tão intensos que Maria Luiza não pensa mais em pisar no mar. Ela chega a alertar as amiguinhas para não entrar”, conta a mãe.


Hoje, terceiro dia do acidente, a menina acordou sem dor e Ana Paula alerta todos os veranistas. “Tomem cuidado, inclusive, com seus filhos, e levem vinagre na bolsa porque ajuda nos primeiros socorros e não lavem com água doce”, explica.


 


Com informações do site Morro da Fumaça Notícias


02/01/2019  às 09hs19