08/01/2018  às 17hs03

Polícia

Após 15 dias, morre segunda vítima de acidente na véspera de Natal


Foto: Divulgação/ Notisul

Foto: Divulgação/ Notisul


Tubarão


 


Jair Januário Júnior, de 34 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (8) após 15 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. Jair, que trabalhava na Herbalife há muitos anos, era casado e tinha dois filhos. Ele era natural de Criciúma e morava com a família em Tubarão. Nos últimos dias, chegou a apresentar uma leve melhora em seu estado de saúde, mas acabou não resistindo aos múltiplos ferimentos provocados pela colisão frontal entre o Honda Civic que dirigia e um Cross Fox, na BR-101, em Jaguaruna, na véspera de Natal.


 


No acidente, uma criança de 9 anos morreu a caminho do hospital pouco após ser socorrida. A batida ocorreu por volta das 3h20, no bairro Costa da Lagoa. Os Bombeiros Voluntários de Jaguaruna, Sangão e Treze de Maio atuaram na ocorrência. Assim que chegando ao local, constatara que eram três veículos envolvidos, dois carros e um caminhão, que acabou tombando. Em um dos automóveis havia uma vítima presa nas ferragens. Ao todo foram seis pessoas atendidas. Dois ocupantes do Cross Fox, um deles o pai da menina, 55 anos, também chegaram a ficar internados no HNSC, mas já receberam alta. O Cross Fox tinha placas de Gravataí (RS), Região Metropolitana de Porto Alegre (RS).


 


O Honda Civic, placas de Jaguaruna, conduzido por Jair, aquaplanou no quilômetro 350 da rodovia federal. A batida ocorreu no sentido Norte, próximo à empresa Cejatel (somente referência). Informações das autoridades indicam que o caminhão tentou desviar de dois veículos e acabou tombando. O motorista do caminhão e a esposa dele tiveram ferimentos leves. 


 


Com informações do site Notisul


08/01/2018  às 17hs03