11/05/2018  às 11hs16

Saúde

Braço do Norte, Tubarão e Laguna contabilizam casos de gripe A e B no Sul

No Estado já são 52 o número de casos de gripe somente neste ano. Sábado (12) será Dia D da vacinação contra a gripe



Subiu para 52 o número de pessoas que contraíram gripe A ou B em Santa Catarina em 2018, divulgou a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) em relatório divulgado nesta quinta-feira (10). Quatro pacientes morreram. Neste sábado (12), ocorre o Dia D de vacinação contra a gripe, quando os postos de imunização ficarão abertos das 8h às 17h.


Entre os municípios com registros estão Tubarão (5 casos), Braço do Norte (2 casos) e Laguna (1 caso). Do total de 52 casos, 36 pacientes tinham algum fator de risco, como doença crônica, gravidez, obesidade, mais de 60 anos ou menos de 2 anos.


Mortes


Das quatro mortes, duas foram por gripe A H1N1 e duas por gripe A H3N2. Foram dois casos na capital, um em São José, na Grande Florianópolis, e outro em Jaraguá do Sul, no Norte.


Duas das vítimas tinham mais de 60 anos e outra era doente crônica. O outro paciente não tinha fator de risco.


Vacinação


O diretor da Dive, Eduardo Macário, afirmou que a população deve se vacinar o quanto antes porque somente após 10 dias da aplicação a pessoa estará imunizada.


Confira abaixo quem tem direito à vacina nos postos de saúde:


portadoras de doença crônica
idosos
crianças a partir dos seis meses e com menos de 5 anos
gestantes
mulheres que tenham tido filhos há pelo menos 45 dias
professores
indígenas
trabalhadores da saúde
adolescentes e jovens de 12 a 21 anos do sistema socioeducativo
detentos
funcionários do sistema prisional


Prevenção


Com prevenção à gripe, a Dive recomenda lavar as mãos com frequência e evitar ambientes fechados com aglomeração de pessoas.


O órgão também orienta que sejam mantidos limpos com álcool objetos e superfícies que tenham contato direto com mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos e que não sejam compartilhados objetos de uso pessoal, como copos e talheres.


Também é necessário manter limpos com álcool objetos e superfícies que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos, além de não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.


Com informações do G1SC


11/05/2018  às 11hs16