29/08/2017  às 06hs38

Economia

Cadastramento para saque do FGTS em Treviso será em setembro


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


A Administração Municipal de Treviso e a Caixa Econômica Federal definiram as datas e o local para a realização do cadastramento dos moradores que poderão sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O processo de recebimento da documentação ocorrerá de 11 a 14 de setembro, no Auditório Municipal Vilso Savaris, anexo ao Paço Municipal, no horário das 8h ao meio-dia e das 13h às 16h.


Para garantir mais organização e evitar longas filas, cada dia será reservado aos aniversariantes de três meses, conforme a seguir:


11/09 – nascidos em Janeiro, Fevereiro e Março
12/09 – nascidos em Abril, Maio e Junho
13/09 – nascidos em Julho, Agosto e Setembro
14/09 – nascidos em Outubro, Novembro e Dezembro.


“Nós pedimos que a população fique atenta às datas reservadas para cada caso, pois esse calendário foi pensado para beneficiar a todos, evitando que as pessoas demorem muito a ser atendidas. Também teremos o auxílio da Polícia Militar nos dias de cadastramento, a quem já queremos agradecer desde já pelo apoio. Outro ponto importante é que os moradores tenham em mãos os documentos necessários para a abertura do processo, sem a relação completa de documentos não é possível fazer a liberação”, pontua o coordenador municipal da Defesa Civil de Treviso, Vinicius Pasquali.


A liberação do saque do FGTS em Treviso foi autorizada pelo Governo Federal após a declaração de desastre natural no município pelo vendaval que aconteceu no dia 8 de junho. “Foi um episódio muito triste, com casas e comércios ficando praticamente destruídos, mas agora vem essa ajuda que será muito importante para as famílias de Treviso. A equipe da Administração Municipal também foi incansável, preencheu todos os requisitos solicitados pelo Governo Federal, vencemos as burocracias e agora podemos contar com esse benefício”, comenta o prefeito em exercício, Rodrigo Fenili, o Birilo.


Os documentos necessários para o cadastramento são:


Identidade, CPF e Número do PIS;
Comprovante de residência anterior ao dia 8 de junho de 2017, entre 08/02/2017 a 07/06/2017;
Cópia da carteira de trabalho das páginas:
– Identificação do trabalhador (página da foto e qualificação civil);
– Número do PIS;
– Contratos de trabalho registrados na Carteira de Trabalho e anotações gerais, se houver;


É obrigatória a apresentação dos documentos originais e cópias.


 


Colaboração: Bruna Borges/Treviso


29/08/2017  às 06hs38