13/09/2017  às 09hs24

Polícia

Câmeras de videomonitoramento começam a ser instaladas em Siderópolis


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

As dez câmeras de videomonitoramento, conveniadas com o Município de Siderópolis desde outubro de 2013, começaram a ser instaladas na cidade nesta terça-feira (12). Em princípio, estão sendo colocados os postes que darão sustentação aos equipamentos, em seguida será feito o cabeamento com fibra óptica e por fim serão instaladas as câmeras em pontos estratégicos e a central de monitoramento, na sede da Polícia Militar de Siderópolis.

“Foi uma longa espera para a instalação, mas felizmente estamos sendo contemplados. Essas câmeras darão suporte à fiscalização da PM e nosso objetivo é ampliar ainda mais o sistema com a aquisição de outros equipamentos e também com a integração do monitoramento existente em residências e no comércio da cidade”, destacou o prefeito Hélio Cesa, o Alemão.

O convênio para a instalação do sistema de videomonitoramento foi assinado entre o Governo de Siderópolis e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública, com interveniência do Comando Geral da Polícia Militar e Delegacia Geral de Polícia.

O município pagou ao Fundo para Melhoria da Segurança mais de R$ 108 mil. Além do Governo Municipal, a Polícia Militar de Siderópolis também comemora a vinda dos equipamentos. Para o comandante sargento Anísio Fraga, o sistema é um importante incremento na segurança da cidade e irá auxiliar na prevenção e investigação de crimes.

“Teremos vigilância 24 horas nos principais bairros e as câmeras são muito modernas, facilitando a observação. Também poderemos observar o trânsito e fazer monitoramento do comércio, de residências e de eventos realizados em Siderópolis”, explicou o comandante, acrescentando que a estrutura suporta até 40 câmeras, facilitando a ampliação.

Outra vantagem apontada pelo sargento é a fiscalização itinerante que pode ser feita pelas viaturas. “Nossos policiais trabalham com um tablet integrado ao sistema. Ainda que não estejam no local, eles poderão ter acesso em tempo real a todas as imagens feitas pelos equipamentos”, concluiu Fraga.

 

Colaboração: Simone Costa / Comunicação Prefeitura de Siderópolis


13/09/2017  às 09hs24