26/04/2018  às 15hs47

Polícia

Condomínio na Serra Catarinense tem “degustação” para possíveis compradores

Casa compartilhada e um dos produtos do empreendimento


Antes de adquirir um imóvel, inúmeras questões rondam a cabeça do investidor até a tomada de decisão. Infraestrutura, localização, vista, comodidade, entre outros fatores contam pontos para a decisão de compra, seja para planejar uma residência ou investimento. Como forma de criar uma experiência a fim de tirar todas as dúvidas dos interessados, um condomínio de alto padrão na Serra Catarinense oferece a viver no ambiente como um próprio morador.

O chamado “Home Drive” foi adotado há cerca de um mês pela Weber Empreendimentos no residencial Altos da Serra, em Bom Jardim da Serra, município serrano mais próximo do Sul Catarinense, com acesso pela Serra do Rio do Rastro. Do mesmo princípio do test drive dos automóveis, a ação de marketing prevê uma oportunidade de “experimentar” a sensação de morar no local por um fim de semana na Casa Compartilhada do condomínio.

“Nesse local o futuro comprador tem a oportunidade de fazer as coisas conforme a rotina dele desfrutando da casa compartilhada, além das áreas e dos serviços oferecido aos condôminos. Ele pode vir com a família, conhecer o caminho da sua casa até o condomínio e vivenciando e enxergando tudo conforme a rotina que teria aqui, sem interferência de um alguém externo, como um corretor de imóveis”, frisa o gerente comercial da Weber Empreendimentos, Vado Prá.

Casa Compartilhada

O local onde se realiza o Home Drive configura uma oportunidade a quem quer desfrutar da propriedade de uma casa de campo na Serra com todo o conforto, infraestrutura e segurança do condomínio. No sistema, cotas são comercializadas para uso temporário da casa. Cada cota dá direito à estadia de duas semanas por ano. O imóvel de 293 m² dispõe de três suítes, sala, cozinha conjugada com lareira, churrasqueira, lavabo, spa com banheira de hidromassagem para até oito pessoas, sauna seca e piso aquecido.

“Os cotistas são proprietários de uma estrutura de primeira linha para a vida toda, tendo apenas o condomínio como despesa de manutenção, sem ter que desembolsar o elevado custo da compra de um terreno e da construção. É um conceito em alta nos países de primeiro mundo que vem sendo bem aceito aqui”, relata Vado.

Atrativos do condomínio

Fruto de um investimento de R$ 25 milhões, o Altos da Serra dispõe de uma área com mais de 200 terrenos, trilhas ecológicas, espaços para cavalgadas, heliponto, seis salões de festa, academia, lagos para pescaria e um pomar onde o condômino pode colher as frutas no próprio pé.

Colaboração: João Pedro Alves / Alfa Comunicação Empresarial


26/04/2018  às 15hs47