23/10/2018  às 14hs41 - Atualizado em 23/10/2018  às 17hs46

Economia

Criciúma: Município é o terceiro no estado em geração de emprego

Em setembro, cidade repetiu o bom desempenho e ficou entre as três que mais geraram empregos formais, segundo dados do Caged.


Foto: Divulgação/Secom

Foto: Divulgação/Secom


Criciúma


Criciúma está entre as três cidades que mais geraram empregos no mês de setembro em Santa Catarina. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados nessa segunda-feira, 22. O saldo foi de 350 novos empregos formais. A lista é liderada por Joinville, com 1.095 novas vagas, seguida por Brusque, com 563.


Além de Criciúma, outros municípios do Sul também geraram novas oportunidades de trabalho formal, como Tubarão (208), Içara (197) e Imbituba (39). Os setores que mais empregaram no estado no mês passado foram o de serviços (3.486), comércio (1.951) e indústria de transformação (1.247). O setor mais prejudicado no estado foi o de construção civil, com saldo de 58 demissões.


Com o saldo positivo, o município manteve o bom desempenho já apresentado em julho, quando se destacou entre as três cidades que mais geraram empregos formais, somando 232 novas vagas. Em setembro, foram 118 postos a mais. Desde janeiro, Criciúma já criou 987 novos empregos.


Para o prefeito Clésio Salvaro, os números refletem os estímulos que a cidade tem dado em direção ao empreendedorismo, como a Lei da Inovação e o novo Código Tributário, facilitando e agilizando a vida do trabalhador. “Esse é um sinal de que nós estamos voltando a ser Criciúma. Em julho também ficamos entre as três cidades catarinenses que mais geraram empregos e agora repetimos o feito”, comemorou o prefeito Clésio Salvaro.


 


Com informações do site DN Sul.


23/10/2018  às 14hs41