11/04/2019  às 11hs16

Esportes

Criciúma perde e está eliminado da Copa do Brasil

Torcida fez a sua parte, mas time não correspondeu dentro de campo.



Mais de onze mil torcedores empurraram o Criciúma EC para cima da Chapecoense na noite dessa quarta-feira (10), no estádio Heriberto Hulse. Porém, dentro das quatro linhas, o Tigre não correspondeu e acabou eliminado da Copa do Brasil pelo Verdão do Oeste, 2 a 0. Com o resultado, os visitantes avançam para a quarta fase da competição e o próximo adversário sairá através de sorteio, além de embolsarem R$ 1,9 milhão de cota (premiação).


Por sua vez, o time criciumense, comandado pelo técnico Gilson Kleina, volta as suas atenções para a semifinal do Campeonato Catarinense: o carvoeiro enfrenta o Avaí no domingo, 14 às 16h no estádio da Ressacada, em Florianópolis.


O JOGO.


No primeiro lance de perigo, Andrew foi derrubado pelo defensor da Chapecoense dentro da área e o árbitro Leandro Vuaden (RS) assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Reis acertou a trave, fazendo toda a diferença. Com a vantagem de poder até empatar, o adversário se fechou e deixou o tempo passar. Aos 26 minutos, Andrew cabeceou com perigo após cruzamento de Maicon. E antes do intervalo, em um contra-ataque, Victor Andrade abriu o placar para os visitantes.


 


No segundo tempo, novas tentativas do Criciúma, principalmente em bolas paradas e na base do abafa. Inoperante e sem inspiração, o meio-campo e o ataque do Tigre não criaram praticamente nada na etapa complementar e aos 32, a Chape ainda ampliou após novo contra-ataque, através de Rildo. Fim de papo e queda no ‘mata-mata’ nacional.


Após a partida, o técnico Gilson Kleina lamentou a eliminação, mas enalteceu a luta e a disposição de seus jogadores: “estão de parabéns (os atletas) pela entrega. Infelizmente, fomos surpreendidos por um time que soube jogar com a vantagem e aí, esfriou o jogo”, disse.


 


11/04/2019  às 11hs16