21/05/2018  às 15hs06

Esportes

Criciumense brilha no futebol mexicano

Após experiências no Brasil, William Massari é campeão da Segunda Divisão com Tapachula Cafetaleros e faz história no México


Das categorias de base do Próspera, sob comando dos técnicos Paulo Serrano e Almir Carioca, para o rico futebol mexicano. Essa é a trajetória do criciumense William Massari. Aos 27 anos, ele conquistou a Segunda Divisão do futebol mexicano pelo Cafetaleros de Tapachula. O clube tem apenas três anos de existência e já conseguiu o acesso para a principal divisão do México. “Nosso time é muito bom. Tem jogadores da seleção do Panamá e também do México. Além disso, temos outros jogadores muito rodados no futebol mexicano”, explicou Massari.

William chegou à América do Norte, em dezembro de 2016, através de um empresário. “Ate então eu não conhecia nada do futebol de lá. O pouco que eu sabia era através do (Rafael) Sóbis (atacante, que atuou no Tigres entre 2014 e 2016) com quem eu joguei na base do Inter, mas nem imaginava ir para lá”, contou o criciumense.

Lateral esquerdo, o jogador sentiu diferença na intensidade do jogo praticado no México em relação ao Brasil. “O futebol de lá muito técnico e se joga rápido com um ou dois toques. Aqui no brasil, o jogo é mais cadenciado. Na minha divisão, o jogo era de muita intensidade”, ressaltou.

Estrutura de primeiro mundo

William, que chegou a atuar no futebol amador do Sul Catarinense, elogia a estrutura do clube do interior do México. Ele ressalta a organização e a qualidade oferecida aos jogadores. “A academia é de primeira, o campo de treinos também, além do estádio e material esportivo. Tudo é muito organizado”, explicou.

O campeonato mexicano segue a organização do futebol europeu e termina a temporada no meio do ano. Entretanto, como no futebol argentino, por exemplo, a competição é dividida em dois turnos: Apertura, equivalente ao primeiro turno, e Clausura, correspondente à segunda fase. O Cafetaleros de Tapachula conquistou o Clausura e foi campeão ao bater o Alebrijes de Oaxaca por 6 a 3 no placar agregado das duas partidas. “O campeonato é muito difícil, só o campeão sobe para a primeira divisão”, disse. A informação é do DN Sul / Tiago Monte.


21/05/2018  às 15hs06