11/01/2018  às 18hs54

Geral

Defesa Civil realiza vistoria na Serra do Rio do Rastro


Foto: Divulgação / Engeplus

Foto: Divulgação / Engeplus


Após um novo deslizamento ocorrido no último dia 9, a Defesa Civil esteve, novamente, na manhã desta quinta-feira realizando uma vistoria na Serra do Rio do Rastro. A coordenadoria regional, municipal, um técnico da Defesa Civil do estado, Polícia Militar Rodoviária e o prefeito de Lauro Müller, participaram da ação que teve como objetivo confirmar locais de risco já apontados e avaliar novos pontos.


De acordo com o gerente de Restabelecimento e Reabilitação da Defesa Civil estadual, José Luiz de Abreu, a presença da água é um fator determinante para que ocorram os deslizamentos. “A Serra hoje é um local preocupante pelo contexto geológico. Temos além da presença da água, os próprios cortes das rochas, fraturas dos blocos, gravidade e a trafegabilidade com excesso de carga que favorecem e contribuem para os deslizamentos das encostas”, explicou Abreu.


Segundo o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, uma vistoria realizada no ano passado concluiu nove pontos com riscos de deslizamentos e quedas de blocos. Em outro ponto foram realizados testes com produto impermeabilizante, mas que não se aplica em todos os locais de risco. “Esta vistoria serviu para confirmar novamente estes nove pontos e avaliar outros. Tudo isso será documentado para iniciarmos a busca de recursos para as obras e medidas necessárias que promovam segurança dos transeuntes, como a colocação de telas e cortinas tirantadas para a contenção dos blocos”, assegurou.


Para o prefeito de Lauro Müller, Valdir Fontanella, a Serra do Rio do Rastro não é só um cartão postal, além do valor de mobilidade ligando o litoral ao planalto e turístico com a beleza que ela tem, a Serra possui um valor econômico para a região. “Queremos explorar ainda mais o turismo com a Serra do Rio do Rastro. A natureza deixou as coisas belas e nós precisamos saber aproveitar com segurança e conforto para todos”, afirmou.


Na quarta-feira, dia 10, a Secretaria de Estado da Infraestrutura divulgou os cinco projetos para a Serra do Rio do Rastro. A previsão é que será necessário investir cerca de R$ 4.800.000,00 na contenção das encostas, conservação e restauração do pavimento da rodovia.


 


Com informações do site Engeplus.


11/01/2018  às 18hs54