20/12/2017  às 09hs13

Saúde

Em protesto, trabalhadores do Hospital de Araranguá fecham a BR-101 por uma hora


Foto: Janine Limas/NSC TV

Foto: Janine Limas/NSC TV

Trabalhadores do Hospital de Araranguá, no Sul de Santa Catarina, fecharam a BR-101 nos dois sentidos no km 409, em Araranguá, por pouco mais de uma hora nesta terça-feira (19). A manifestação começou por volta das 16h50. A pista foi liberada por volta das 18h, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC), mas flui lentamente.

Os funcionários protestam contra a falta de materiais e medicação na unidade. A gestora do hospital, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), disse em nota que "respeita o direito à manifestação de todos os trabalhadores" e que desde que o contrato de gestão foi assinado, em maio de 2013, não houve reajuste no valor mensal pago pelo estado. Apesar disso, houve dissídios de trabalhadores e aumentos nos preços de materiais usados no hospital. Por essa razão, há déficit mensal.

Desde 9 de novembro, os trabalhadores estão em greve para que os salários de novembro sejam pagos.

De acordo com o Sindisaúde de Criciúma e Região (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde), os aparelhos do hospital estão sucateados e também falta comida.

No Hospital de Araranguá, são atendidos agora somente os pacientes que já estão internados e casos de urgência e emergência no pronto-socorro.

Em nota, a SPDM também afirmou que há atraso de salário do mês de novembro aos trabalhadores e débitos pendentes de pagamento com fornecedores e RH Médico.

 

Com informações do site G1 SC


20/12/2017  às 09hs13