14/07/2020  às 11hs42 - Atualizado em 14/07/2020  às 14hs13

Geral

Em tempos de pandemia, SNS Card é alternativa democrática para acesso aos serviços de saúde


Foto: Iago Telles/ Rádio Guarujá

Foto: Iago Telles/ Rádio Guarujá


Democratização ao acesso à saúde em tempos de pandemia foi um dos assuntos abordados na Guarujá nesta terça-feira, dia 14. Para falar sobre o assunto, entrevistamos Thiago Oliveira, gerente comercial da SNS Card.


A empresa foi fundada em Orleans e está em atividade há cinco anos, com uma variada rede de parceiros, que atendem aos associados em consultas, exames e demais produtos e serviços na área da saúde e estética, oferecendo descontos que deixam os valores muito abaixo do mercado.


Entre os benefícios proporcionados, está o atendimento de forma rápida, sem burocracia, sem carência, sem exclusão de pessoas com doenças congênitas e pré-existentes e sem limite de idade. Outra vantagem oferecida é a assistência funeral familiar.


Outro diferencial é o preço acessível. Por exemplo, em muitos casos, os descontos das consultas e exames são equivalentes ao valor de mais de uma mensalidade. "Principalmente neste momento de pandemia, em que as pessoas estão mais sensíveis à questão da saúde, é uma excelente alternativa para ter acesso à saúde de qualidade com um preço justo e que cabe no bolso da população. A SNS vive um momento muito positivo, de expansão em todo o estado. É uma empresa catarinense e nós estamos sendo acolhidos pelos empresários e pela população em si, já que o convênio atende tanto pessoas físicas quanto jurídicas, oferendo algo em que as pessoas conseguem ver o valor-benefício no que oferecemos", afirmou o gerente comercial.


A SNS oferece plano familiar por R$ 59,90 (contemplando o título e mais quatro dependentes) e empresarial por R$ 49,90 (contemplando os funcionários e seus familiares). O convênio pode ser feito pela Central de Benefícios, através do 0800-006-1009 ou (48) 3466-2989, sem a necessidade de deslocamento, recebendo em casa também os cartões e o carnê.


Confira a entrevista completa neste link.


14/07/2020  às 11hs42