03/11/2017  às 09hs40

Política

Ex-prefeito de Capivari poderá ficar inelegível


Foto: Jornal DS

Foto: Jornal DS

A Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo aprovou, na sessão do último dia 31, o Decreto Legislativo no qual ficam rejeitadas as contas da prefeitura do município relativas ao exercício de 2015, ainda na gestão do agora ex-prefeito Moacir Rabelo da Silva. A Câmara acatou  o parecer da Comissão de Legislação, Justiça, Redação Final, Finanças e Orçamento, rejeitando o parecer emitido pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo, Pedro Medeiros Camilo, o motivo para a rejeição das contas, conforme o parecer da referida comissão, é que foram encontradas divergências e irregularidades nas prestações de contas do ex-prefeito Moacir Rabelo da Silva.

Nelas ficaram evidenciadas divergências nos balanços contábeis; déficit na execução orçamentária; desrespeito ao princípio da publicidade e a não criação do Conselho Municipal do Idoso.

O próximo passo agora, segundo Pedro Camilo, é voltar o processo para o Tribunal de Contas de Santa Catarina para uma nova apreciação. De acordo com o presidente da Câmara, dependendo do julgamento do Tribunal de Contas, o ex-prefeito poderá ou não ficar inelegível. Agora, a Câmara aguarda as contas do exercício de 2016 para que também sejam colocadas em votação.

 

Com informações do Jornal Diário do Sul


03/11/2017  às 09hs40