05/09/2017  às 09hs58

Economia

Gasolina deve ficar cerca de R$ 0,20 mais cara nos próximos dias


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A gasolina deve ficar até R$ 0,20 mais cara nas próximas semanas para os consumidores. O diesel deve ter um acréscimo ainda maior, em torno de R$ 0,30. 

Depois da Petrobras anunciar, em menos de uma semana, três reajustes nos combustíveis, os postos de gasolina já se preparam para repassar os reajustes conforme eles chegarem nas distribuidoras, confirma o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Valmir Espíndola. 

“O primeiro aumento foi anunciado na sexta-feira, de 4,2%; no sábado houve mais um reajuste, de 2,7%, e na segunda-feira a Petrobras anunciou uma nova elevação, de 3,3%. Além de ser uma notícia ruim para o consumidor, para os postos estes reajustes constantes geram uma situação muito complicada, pois é preciso tentar absorver o que for possível, e também a cada renovação de estoque temos um preço diferente”, comenta. 

Ele afirma que muitos postos já aumentaram os valores, mas estes podem aumentar mais nas próximas semanas. “Com todos os reajustes, a alta acumulada é em torno de 10% em setembro. Conforme os postos forem renovando seus estoques, o preço deve aumentar mais. A previsão é de um acréscimo de R$ 0,20 no valor da gasolina”, aponta. 

Valmir salienta que uma das questões que impactou o preço dos combustíveis foi o furacão Harvey, nos Estados Unidos, que gerou o fechamento de refinarias e uma disparada nos valores de referência do combustível.

“Nós importamos parte da gasolina, também importamos 90% do diesel. Logo, qualquer fator externo tem impacto no preço no Brasil”, completa o presidente do sindicato. 

Valmir destaca que, como o disparo nos preços internacionais foi originado por um fator pontual, há possibilidade da alta nos preços ser transitória e de haver queda posterior nos preços.

 

Com informações do Jornal Diário do Sul


05/09/2017  às 09hs58