11/08/2017  às 14hs47 - Atualizado em 11/08/2017  às 14hs49

Geral

Giro pelo Estado: Ressaca fecha o canal de acesso aos portos de Itajaí e Navegantes


Foto:Heder Moritz

Foto:Heder Moritz

Embora não tenha acompanhado diretamente o caso de Porto Belo, o presidente da Praticagem de Itajaí e Navegantes, Alexandre Gonçalves da Rocha, explica que é possível que tenha ocorrido um fenômeno chamado de difração, em que a onda tem um comprimento suficiente para se estender pela costa e causar estragos até mesmo em áreas protegidas.

O meteorologista Leandro Puchalski informou que a intensidade da ressaca não é tão forte, mas chama atenção a quantidade de dias com ondas muito grandes. Isso se deve ao fato de haver dois sistemas meteorológicos atuando no mar, ciclone e a alta pressão, que avançam lentamente.

Com informações do Diário Catarinense 


11/08/2017  às 14hs47