26/04/2018  às 16hs00

Política

Governador vai assinar a autorização do processo licitatório da segunda ponte de BN

Ele estará na cidade no dia 30 de abril em uma cerimônia no Clube Cruzeiro


Braço do Norte está prestes a realizar um sonho: ter a ponte de rodagem que liga o Centro do município ao bairro Lado da União. Os recursos, R$ 5 milhões, já estão assegurados, via governo do Estado, e o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, receberá o governador, Eduardo Pinho Moreira, na tarde de segunda-feira, 30, às 14 horas, no Clube Cruzeiro, para a autorização do processo licitatório da ponte.

Conforme o prefeito, a administração já está preparada para o lançamento da licitação. “Nós estamos muito empolgados e gratos por esta segunda ponte. Esta é uma obra que vai levar desenvolvimento para o Lado da União, vai agregar valor ao município, vai auxiliar no fluxo do trânsito, entre outros benefícios”, comentou.

Para o vice-prefeito, Ronaldo Fornazza, a ponte é uma das obras mais esperadas e reivindicadas pela população. “Hoje temos acesso ao bairro apenas pela ponte Osvaldo Westphal (que liga Braço do Norte a SC-108 – Grão-Pará), o que causa muitos transtornos, já que é a única. Também estamos pensando na frente, quando a Serra do Corvo Branco ficar pronta, o que potencializará o turismo e aumentará significativamente o tráfego. Não podemos sacrificar nossa população”, justificou.

 

A busca pelos recursos começou  ainda em 2017, quando a administração municipal mandou executar a sondagem para a investigação do solo nos arredores da ponte pênsil, no Centro. Com a constatação de adequação do local, veio a segunda etapa: a confecção do projeto. “O projeto foi uma parceria entre a Prefeitura e a Amurel. Sendo que o custeio da Prefeitura foi de R$ 90 mil e a Amurel cedeu a mão de obra do engenheiro André Levandowski”, esclareceu Beto.

Com o projeto pronto, foi o momento de solicitar recursos. “Esperávamos conseguir através do Fundam 2, o que não aconteceu, mas em reuniões com o governador Eduardo e equipe, com a presença do ex-deputado Júlio Garcia, vislumbramos esta possibilidade, até que o Governo do Estado sinalizou positivamente. É um momento histórico para Braço do Norte e suprapartidário. É um momento de comemoração”, encerrou.

O bairro Lado da União pertenceu ao município de Orleans até 1999, quando foi anexado a Braço do Norte, no dia 20 de novembro. De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde a localidade (incluindo as comunidades de São Cristóvão e Rio Glória) tem cerca de quatro mil habitantes. A informação é do Diário do Sul.


26/04/2018  às 16hs00