05/07/2019  às 09hs50 - Atualizado em 05/07/2019  às 09hs53

Geral

Governo do Município triplicará a capacidade da coleta de lixo

A capacidade de coleta e transporte passará de sete para 22 metros cúbicos, com a instalação de um compactador acoplado em mais um caminhão.


Foto: ASCOM PMLM

Foto: ASCOM PMLM


Até o fim de julho, a Administração Municipal de Lauro Müller, através da Secretária de Obras e Serviços Públicos, vai triplicar a capacidade de coleta e transporte do lixo doméstico, no espaço urbano e também em todos as comunidades interioranos em que o serviço é prestado. Nesta quarta-feira, dia 3, a coleta voltou a ser feita pelo compactador de sete metros cúbicos de capacidade, adaptado em um outro caminhão. Com a compra de uma nova prensa-caçamba, o serviço será ampliado, passando para 22 metros cúbicos de espaço para coleta, prensagem e transporte do resíduo.


Segundo o secretário de Obras e Serviços Públicos, Acione Andrade Izidoro, o Serraninho, todos os bairros do município recebem o serviço de coleta para o lixo doméstico. “Nos aglomerados urbanos, a coleta é feita todos os dias. Na área rural, a coleta é feita uma vez por semana. Alcançamos todos os bairros de Lauro Müller com nosso trabalho”, afirma o secretário. De acordo com Izidoro, o atual caminhão de coleta recebeu a prensa-caçamba de outro veículo. “Instalamos nesse transporte para abrir espaço para o outro equipamento, maior, com do dobro de capacidade do que estamos usando”, diz.


A capacidade atual de captação e translado do resíduo doméstico em todo o município é de sete metros cúbicos. O novo equipamento, que estará em funcionamento até o final do mês de julho, tem espaço para armazenar 15 metros cúbicos de material descartado. Isso amplia em três vezes a oferta desse serviço pela Administração Municipal. Para o prefeito Valdir Fontanella, a ampliação da coleta garante a cidade limpa, com a preservação do meio ambiente. “Esse trabalho que estamos fazendo, ampliando a oferta e capacidade da coleta de lixo, nos garante que os resíduos domésticos tenham destino correto. Isso traz benefícios para os nossos moradores, que têm uma cidade limpa. Além disso, nosso meio ambiente fica livre desse impacto nocivo”, garante o prefeito.


O caminhão que está sendo usado para a coleta de lixo estava em pouca atividade na Garagem Municipal, afirma Izidoro. O veículo passou por reforma e manutenção, incluindo a instalação da prensa-caçamba. O custo total foi de R$ 35 mil, por volta de nove vezes menos que a compra de um equipamento novo – conjunto de caminhão e prensa. “Isso é parte do nosso compromisso com os recursos de nossa prefeitura, dos impostos dos nossos habitantes. Temos o foco na economia e a aplicação justa e correta do dinheiro dos lauromüllenses”, garante Fontanella.


Educação Ambiental nas escolas – Lauro Müller é um dos poucos municípios no sul catarinense que mantem oficinas de Educação Ambiental para as escolas do sistema municipal de ensino. O programa mostra conteúdo para alunos do 1º ao 9º ano, mostrando os impactos na natureza dos resíduos domésticos que não são tratados de forma correta.  A coleta de lixo no município também é uma das mais amplas da região, sendo feita diariamente nos aglomerados urbanos de grande densidade, como Guatá, Arizona e Barro Branco, bem como na área rural. O município faz parte do Cirsures, com coleta seletiva. O consórcio é formado por gestões municipais da região, onde o lixo triado ou sem separação tem distinção e tratamento corretos.


ASCOM PMLM


05/07/2019  às 09hs50