20/11/2017  às 09hs45

Entretenimento

Laguna recebe bandas durante Sonora Brasil


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A 20ª Edição do Sonora Brasil apresenta, em Laguna, o tema “Bandas de Música: formações e repertórios”. A programação traz as bandas Corporação Musical Cemadipe, de Goiás; a Sociedade Musical União Josefense, de Santa Catarina; A Bandinha, do Amazonas; e o Quinteto de Metais Ufba, da Bahia. 

São quatro formações distintas, sendo três representando os grupos tradicionais que se apresentam nas ruas e praças e uma representando o segmento da música de concerto, com repertório inspirado na sonoridade das bandas. Hoje, sobe ao palco do Cine Mussi, a partir das 20h, a banda Corporação Musical Cemadipe. 

Amanhã é dia da Sociedade Musical União Josefense, de São José. A banda se apresenta a partir das 20h. Na quarta-feira será a vez de “A Bandinha”, de Manaus. E, para finalizar, na quinta-feira, será a vez da banda Quinteto de Metais, da Ufba, de Salvador, que se apresenta no Cine Mussi.  

Tradicionais em todo o Brasil, as bandas têm origem no meio militar e são reconhecidas como importantes instituições formadoras de músicos, responsáveis pela base da educação musical de um grande número de instrumentistas, que hoje integram orquestras e conjuntos de câmara. 
O projeto visa traçar um panorama desses grupos, por isso traz conjuntos de diferentes regiões do Brasil, recuperando repertórios originais, históricos ou recentemente compostos. O Sonora Brasil é um projeto temático que tem como objetivo trazer ao público expressões musicais pouco difundidas, que integram o amplo cenário da cultura musical. A proposta é despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão de música no país. 

A ação possibilita às populações o contato com a diversidade da música brasileira e contribui para o conjunto de ações desenvolvidas pelo Sesc, visando à formação de plateia. 

Banda Catarinense

Fundada em 1876, a partir da fusão de três antigas bandas, a União Josefense é uma das mais antigas do Estado de Santa Catarina. Formada por 28 músicos, desenvolve repertório variado, transitando por arranjos e adaptações de música popular e erudita, mas também domina repertórios tradicionais, que envolvem marchas, hinos, dobrados e músicas ligadas a festividades religiosas. A banda mantém uma escola de música, que oferece aulas gratuitas de instrumentos de sopro e percussão a jovens maiores de 12 anos e, em 2016, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial de São José.


20/11/2017  às 09hs45