Janaina Alberton

Olá, meu nome é Janaina Veronezi Alberton, filha de agricultores, fato do qual me orgulho muito. Sou formada em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual de Santa Catarina-UDESC. Tenho pós-graduação em Gestão Ambiental e Mestrado em Ciências do Solo. Trabalho no Centro Universitário Barriga Verde-UNIBAVE na coordenação do curso de Agronomia.

Amo o cheiro dos campos, das plantações, da terra, e é por isso que estou sempre antenada ao que está acontecendo no meio rural. Me acompanhe aqui no Ligado no Sul e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nesse meio tão inconstante e surpreendente!!

12/05/2017  às 08hs19

Geral

Manejo Integrado de Pragas


O manejo e controle das pragas nas culturas  e lavouras, baseado apenas no uso de inseticidas, acaba por comprometer a efetividade do manejo das pragas em campo. Dependendo do tipo e intensidade do uso de defensivos agrícolas, o problema pode ser potencializado.

Pensando nisso se criou o Manejo Integrado de Pragas (MIP), que  surgiu com o intuito de otimizar o controle de pragas agrícola, como insetos, doenças, plantas daninhas, etc..  Para realização do MIP se integra diferentes ferramentas de controle, por exemplo: produtos químicos junto com manejo cultural e uso de variedades de plantas resistentes a pragas e doenças.  O MIP busca potencializar a mortalidade natural dos insetos pragas e reduzir sua população, favorecendo a biodiversidade dos inimigos naturais destas pragas.

Como a importância deste trabalho é muito grande, os profissionais que irão realiza-la devem conhecer e identificar corretamente as principais pragas da cultura. Somente através da identificação morfológica e taxonômica é possível adotar a melhor estratégia para o controle efetivo de cada alvo. Além do reconhecimento das pragas-chave é muito importante também reconhecer e identificar os insetos benéficos presentes na área do cultivo. A preservação destes insetos garantirá a eficiência do MIP.

Outro fator que garante o sucesso da implantação do MIP é o monitoramento da lavoura, que deve ser realizado periodicamente desde a instalação da cultura no campo até a colheita da mesma. Deve-se observar não somente a parte aérea, mas também as raízes das plantas. O uso de lupas entomolígicas pode ser uma importante ferramenta de auxílio neste processo, permitindo a observação de insetos pragas pequenos ou de sintomas do ataque. Armadilhas com feromônios também podem ser utilizadas e são muito úteis, pois atraem os insetos e facilitam sua  identificação.

Após a identificação, o profissional deve decidir por qual estratégia de MIP irá utilizar. No manejo convencional, o produtor utiliza medidas de controle a partir da observação e identificação da praga em campo, porém com o MIP, as técnicas de manejo somente são aplicadas quando houver início de prejuízo para cultura principal – Nível de Dano Econômico (NDE). O NDE se refere a quantidade (infestação) de insetos pragas que causa prejuízo, ou seja, quantidade de insetos praga que começam a causar prejuízo a lavoura. Também é importante daber identificar o Nível de Controle (NC), que indica o momento ideal para entrar com o MIP, impedindo perdas econômicas da lavoura. O ideal é que os organismos considerados pragas, sejam mantidos na área de cultivo em nível de equilíbrio (NE), abaixo do nível de controle.

Após estas etapas, o profissional decide pela estratégia a ser utilizada no MIP, levando em consideração aspectos ecológicos, ambientais, sociais e econômicos, garantindo benefícios não somente ao produtor, mas também ao consumidor final do produto. O Controle biológico (produtos que contenham nematoides, fungos, vírus, bactérias, etc..), tem sido bastante adotado e vem mostrando bons resultados. Também é feito o uso de produtos químicos, que atingem somente os insetos pragas (seletivos), permitindo a sobrevivência dos demais insetos e favorecendo com isso um equilíbrio ambiental, ou seja, controle biológico natural. No caso do uso de produtos químicos, é importante não ficar sempre utilizando o mesmo, para impedir que o inseto praga adquira resistência.

É de extrema importância o acompanhamento de um profissional habilitado para a aplicação do MIP, garantindo assim o sucesso do seu manejo. Procure um Engenheiro agrônomo, ele poderá auxiliar e garantir maior eficiência com menor custo.

 


12/05/2017  às 08hs19