13/01/2020  às 08hs33

Esportes

Nos pênaltis, Tigre está fora da Copinha

Após empatar por 1 a 1 no tempo normal, Rullian e Christopher desperdiçam as cobranças de pênaltis e Criciúma deixa a competição.


Foto: Reprodução TV

Foto: Reprodução TV


Os Tigrinhos estão fora da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após empatar em 1 a 1 com a Itapirense, na tarde de ontem, o time perdeu por 4 a 3, nas cobranças de pênaltis, e deixa a competição. Andrei abriu o placar para o time do interior paulista, logo no início do jogo, mas Rullian empatou na segunda etapa. Com a igualdade, a decisão foi a para os pênaltis. Rullian, que havia marcado durante o jogo, e Christofer perderam as cobranças e o Criciúma saiu derrotado por 4 a 3. “Infelizmente, a gente começou mal o jogo. A gente previa que o time deles iria pressionar e nós não conseguimos entrar no jogo no início. Depois, equilibramos a partida e mudamos a postura na etapa final. Empatamos e poderíamos até ter virado, mas, analisando a competição no todo, fizemos uma competição de regular para boa. O grupo é jovem e na hora das penalidades isso acabou pesando”, comenta o técnico Lalo, após o jogo.


A Itapirense começou o jogo pressionando e em busca do gol. O Criciúma não conseguia manter a posse de bola e sofria ataques do time paulista. Aos sete minutos, a pressão deu resultado: Fernandes fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Andrei, que se antecipou à marcação e finalizou no ângulo do goleiro Diego, que nada pôde fazer: 1 a 0 para a Vermelhinha.


A partir daí, o Tigre cresceu na partida em busca do empate e adiantou a marcação na linha de defesa do time de Itapira. Nos contra-ataques, com o perigoso Fernandes, a equipe paulista ameaçava o Criciúma. Aos 15 minutos, Matheus Bueno fez boa jogada pela esquerda e Andrei cabeceou para uma grande defesa de Diego. Boa chance do time da casa.


Goleiro pega apenas uma cobrança


Com boas trocas de passes, o Criciúma cresceu na partida, mas seguia sem ameaçar com perigo o gol de Maranhão. Nos acréscimos da primeira fase, Rullian bateu falta e a bola desviou na mão de um dos atletas do Itapirense e o juiz marcou falta, em cima da linha. Douglas cobrou na barreira e Rullian pegou o rebote para a defesa do goleiro Maranhão.


Na segunda etapa, aos 24 minutos, Douglas dominou na área, cortou Assunção, e foi derrubado. Pênalti. Rullian bateu forte, no meio do gol, e superou o goleiro Maranhão: 1 a 1. O jogo ganhou em emoção: aos 41 minutos, Fernandes recebeu na área e finalizou, mas a zaga do Tigre afastou. No final, nova pressão do time da casa. Porém, aos 44 minutos, o Criciúma chegou com Eduardo, mas Maranhão fez uma grande defesa e salvou o time da casa. No final: 1 a 1 e decisão nos pênaltis. Rullian e Christofer desperdiçaram as cobranças, enquanto o goleiro Diego pegou apenas uma cobrança. O resultado: 4 a 3 para a Itapirense e os Tigrinhos estão fora da competição.


Fonte: TN Sul.


 


13/01/2020  às 08hs33