05/07/2019  às 09hs54 - Atualizado em 05/07/2019  às 10hs01

Geral

Onda de frio e férias de julho atraem visitantes para Orleans

Previsão de neve na serra traz turistas para a região, que visitam também o Museu ao Ar Livre, as Esculturas do Paredão e desfrutam da gastronomia local.


Todos os sete painéis das Esculturas do Paredão são inéditos e representam a visão do artista Zé Diabo a respeito de cada passagem bíblica esculpida - Foto: Robson Lunardi

Todos os sete painéis das Esculturas do Paredão são inéditos e representam a visão do artista Zé Diabo a respeito de cada passagem bíblica esculpida - Foto: Robson Lunardi


Sempre que chega o inverno, coincidindo com período das férias de julho, muitos turistas da região e também de outros estados seguem para a serra catarinense, passando por Orleans. Quando a previsão indica que a temperatura vai despencar, com possibilidade de neve, como ocorre nesta semana, o número de visitantes sobe ainda mais.


Conforme o prefeito Jorge Koch, a cidade está focada no turismo, aproveitando os atrativos locais e dentro do conceito de turismo regionalizado. A regionalização é uma tendência mundial e é importante que o turista tenha uma estadia prolongada na região, conhecendo, por exemplo, o litoral, as águas termais de Gravatal, o Museu ao Ar Livre e as Esculturas do Paredão e a Serra do Rio do Rastro, a espera da neve. "Nossa cidade está entre a serra e o mar e, entre os atrativos, está o museu, as esculturas, belezas naturais do nosso interior, culinária especial, cervejas artesanais e bons hotéis, além do povo hospedeiro", afirmou.


O vice-prefeito, Mário Coan, explica que a intenção do Poder Executivo é atender as expectativas da população e fazer do turismo uma fonte de desenvolvimento sustentável, garantindo melhorias para os munícipes. "É necessário pensar no futuro sustentável do turismo como uma das maneiras de proporcionar qualidade de vida para as pessoas que aqui residem, além de gerar emprego e renda", pontuou.


Atrações reconhecidas no Brasil


O Museu ao Ar Livre foi transformado recentemente em Patrimônio Nacional pelo Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As Esculturas do Paredão, do artista Zé Diabo, também recebem milhares de visitantes e atraem tanto as pessoas da região quanto moradores de outros estados e países. Além disso, foi e é pauta de muitos veículos de comunicação do Brasil. Conforme a Administração Municipal, os pontos turísticos recebem investimentos constantes. O Morro da Igreja, na divisa com Urubici, é outro cartão-postal situado no território orleanense.


Na culinária, a tradição da comida colonial e as cervejas fabricadas artesanalmente são grandes diferenciais na cidade. A região recebe visitantes durante todo o ano, tanto no período de verão, buscando as praias e um dos litorais mais belos do Brasil, quanto no inverno, para ver a neve e as belezas da serra catarinense. “Aproveitando todo este potencial, estamos trabalhando para que estes turistas parem em Orleans, comprando no comércio local, buscando bares e restaurantes e se hospedando em hotéis, movimentando a cidade e a economia local”, concluiu o prefeito Jorge Koch.



O Morro da Igreja, na divisa com Urubici, é outro cartão-postal situado no território orleanense – Foto: Divulgação


ASCOM PMO


05/07/2019  às 09hs54