23/08/2017  às 22hs12

Esportes

Piloto de Siderópolis é destaque no Rally dos Sertões


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Depois de ter o sonho adiado às vésperas da prova no ano passado, o piloto Fellipe Scaini, de Siderópolis, é destaque na edição de número 25 do Rally dos Sertões 2017. O evento iniciou no último domingo, dia 20, em Goiânia (GO) e segue até sábado, dia 26, em Bonito (MS). Fellipe é piloto de moto e disputa a prova na categoria Marathon, onde, depois de quatro etapas, é o quarto colocado, ficando em 14º na classificação geral.

“É um sonho sendo realizado e, apesar das dificuldades, vamos continuar fazendo o melhor possível para finalizar a prova e quem sabe buscar uma boa classificação”, contou o piloto, que leva o apoio do Governo Municipal e o nome da cidade em sua moto. Ele participa da competição com uma equipe de apoio de quatro pessoas, incluindo um mecânico. “É uma honra para Siderópolis e um orgulho para os amigos. Sabemos do sonho do Fellipe em disputar esse rally e acabamos sonhando juntos. Estamos todos na torcida”, destacou o prefeito Hélio Cesa.

Nas quatro etapas realizadas até o momento já foram percorridos quase 1,8 mil quilômetros e, segundo Fellipe, o cansaço já começa a aparecer e a moto também sente as dificuldades do percurso. “Agora o corpo começa a sentir um pouco. A moto hoje apresentou um problema na suspensão, mas amanhã estaremos prontos para os quase 700 quilômetros que nos esperam”, brincou o piloto, que se preparou dois anos para a prova, já que um acidente no Jalapão, em Tocantins, às vésperas da competição no passado, causou uma lesão na coluna e adiou o sonho de estrear no Rally dos Sertões.

No período de preparação Fellipe praticava ciclismo, corrida e também teve acompanhamento psicológico.

A etapa desta quinta-feira, dia 24, entre Barra do Garças e Coxim (MT), será a mais longa da edição de 25 anos do Rally dos Sertões, com 438,86 quilômetros de Especial (trecho cronometrado) e 666,01 km de deslocamento total, e grande variação de terreno, com trechos de serra, trial e longas retas em áreas agrícolas. Até o último dia da prova serão mais 1,5 mil quilômetros até Bonito (MS).


23/08/2017  às 22hs12