30/11/2017  às 09hs41

Tecnologia

Planos da Correios Celulares já estão disponíveis para números com DDD 48


Foto: Lucas Renan Domingos/A Tribuna

Foto: Lucas Renan Domingos/A Tribuna

Desde dia 6 março de 2017, uma nova operadora de celulares começou a atuar no Brasil, trata-se da Correios Celular, uma rede de telefonia móvel de operação dos Correios. O primeiro local de cobertura foi a cidade de São Paulo (SP), depois Brasília (DF) e em seguida Belo Horizonte (MG). Porém, desde o início do mês de novembro a empresa começou a sua expansão para outros estados do país. Com isso, uma das regiões que passou a receber o serviço, desde a última quarta-feira (22), foram as cidades com DDD 48.

O Correios Celular vem para complementar o conjunto de serviços oferecidos pela estatal a seus clientes, através de uma parceria estabelecida com a EUTV, prestadora de Serviço Móvel Pessoal (SMP), autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O serviço utiliza a rede de infraestrutura da operadora contratada, mas com chips da marca Correios.  

Com aproximadamente 200 mil usuários em todo o Brasil até o momento, a expectativa da operadora é atingir a marca de 30 mil clientes no estado de Santa Catarina até o fim do ano. As vendas dos chips são realizadas somente pelas agências dos Correios e através do site da empresa.

Planos e diferenciais

A marca não realiza comercializa aparelhos celulares e nem oferece planos pós-pagos. Os diferenciais, de acordo com o gerente das agências dos Correios do Bairro Santa Bárbara, Jessé Batista, fica por conta da internet ilimitada.

“Temos os planos Alô 30 e Alô 60, que oferta pacotes de internet de 1 giga de internet e 3 giga de internet, minutos de ligação e mensagens grátis em aplicativo de mensagem. A diferença para as outras operadoras é que a internet do usuário não é cortada. Mesmo que o plano acabe, o cliente poderá navegar sem custos, porém com velocidade reduzida”, explicou.

No caso do usuário não utilizar todo o pacote de internet de 1 giga, ele ficará acumulado para a próxima recarga, com limite máximo de 3 giga de dados acumulados. Os valores das recargas são de R$ 30,00, R$ 60,00, R$ 90,00 e R$ 180,00.

“O Correios está se adequando à forma de comunicação dos dias atuais. Uma vez as pessoas trocavam cartas que eram entregues por nós, hoje elas conversam por mensagens via celular. E hoje, segundo pesquisas, o número de aparelhos é maior que o número de habitantes. Então é uma forma da marca continuar contribuindo para facilitar a comunicação entre as pessoas”, enfatizou Batista.

 

Com informações do site Clicatribuna


30/11/2017  às 09hs41