25/03/2021  às 17hs01

Polícia

Polícia Civil de Orleans cumpre mandado na residência de professor investigado por importunação sexual


Foto: Polícia Civil

Foto: Polícia Civil


A Polícia Civil de Orleans deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão deferido pela Justiça na residência de um professor investigado por importunação sexual. No local, foi apreendido um tablet, um celular e um notebook que serão submetidas a exames periciais. Novas diligências estão sendo realizadas no inquérito policial, com depoimentos de novas testemunhas e interrogatório do suspeito.


Relembre o caso:


A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Orleans, instaurou inquérito para apurar um suposto caso de abuso contra duas meninas de 13 anos em uma escola. Os fatos teriam ocorrido em 18 de fevereiro de 2021, no interior de uma instituição de ensino.


Segundo testemunho de uma das alunas, ela teria sido tocada na virilha pelo professor, ao que tudo indica com caráter libidinoso, sendo a outra tocada na coxa. De acordo com a polícia, ele teria dito "abre as pernas". Depois de ouvir as jovens e colhido mais informações, o delegado de Orleans, Ulisses Gabriel, instaurou inquérito policial para apuração dos fatos. A conduta, em princípio, caracteriza-se por importunação sexual.


A pena por “praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro” é de um a cinco anos de reclusão.


25/03/2021  às 17hs01