11/03/2019  às 07hs33

Esportes

Profissional que soltou hino para abafar protesto pede demissão

Renato Teixeira relatou nas redes sociais a tristeza pelo fato


Foto: Rafaela Custódio

Foto: Rafaela Custódio


A derrota por 1 a 0 para a Chapecoense provocou a ira da torcida do Criciúma, que protestou contra o presidente Jaime Dal Farra em frente os camarotes do estádio Heriberto Hülse. Porém, a manifestação não surtiu grande efeito, já que o sistema de som do Majestoso começou a reproduzir o hino do clube para abafar o protesto, que acontecia nos minutos finais do jogo disputado neste domingo, dia 10. Após a partida, o profissional responsável pelo som pediu demissão e desabafou pelas redes sociais.


“Uma ordem vinda de algum setor da direção”, escreveu Renato Teixeira nas redes sociais. Ele relatou no texto que é freelancer e recebeu ordens de um setor da direção. “Meu amor pelo Criciúma só não é maior que a minha dignidade. Por conta do acontecido de hoje me desligo Criciúma Esporte Clube como freelancer e sigo como torcedor”, relatou nas redes sociais.


 


Fonte: Engeplus


11/03/2019  às 07hs33