29/09/2014  às 07hs53

Entretenimento

Festival Criciumense de Hip Hop promove diversidade artística

Entre as expressões, paredes do Ginásio de Esporte de Criciúma e da quadra esportiva foram “humanizadas” com a arte do graffite


Foto: Francis Leny/ASCOM Multiplicando Talentos

Foto: Francis Leny/ASCOM Multiplicando Talentos

Mostra de Street Dance, shows de Rap, batalhas de breaking e a arte da grafitagem que coloriu as paredes do Ginásio de Esporte Walmir Antônio Orsi e da quadra esportiva. Foram estas algumas das diversas atividades artísticas que marcaram os primeiros dias da 3° edição do Festival Criciumense de Hip Hop, realizado neste final de semana. A programação, que segue até o dia 4 de outubro, envolveu artistas vindos de 20 cidades de Santa Catarina; Rio Grande do Sul; Paraná e São Paulo.

João Carlos Pacheco Júnior, grafiteiro há 14 anos, saiu de Florianópolis para participar do evento e deixar a sua marca artística. “Para mim é um momento especial, onde, por meio do Festival estamos tendo a oportunidade de difundir uma cultura que se comunica com os jovens e humaniza os espaços públicos. Além, é claro, de podemos mostrar nosso trabalho, nossa arte”, descreve Júnior.

Já o pequeno Maicon de Oliveira, 12 anos, veio de Camboriú participar das batalhas de breaking e foi vencedor da categoria kids x kids. “Esta é a primeira vez que venho a Criciúma. Vim acompanhado do meu irmão que competiria, mas desistiu por fortes dores de cabeça. Este troféu conquistado vai juntar-se aos oito que recebi em outras competições pelo Estado”, conta.

O evento, que faz parte das programações da Festa das Etnias, acontece na pista de skate (ao lado do Ginásio Municipal de Esportes de Criciúma) e é promovida pela Multiplicando Talentos e Espaço Cultural Alternativo, com o apoio da Fundação Cultural de Criciúma. A avaliação do coordenador de eventos da Multiplicando Talentos, Maxwell Flor, é positiva quanto aos três primeiro dias de programação. “Nem a chuva de sexta e parte do dia de sábado atrapalharam o evento. Recebemos um número expressivo de público e de competidores”.

A programação durante a semana conta ainda com oficinas culturais; mostra de street dance; encontro MCs; shows de Rap, batalhas de rima e de breaking. “Calculamos reunir aproximadamente 800 artistas vindos de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. É um grande evento que promove a integração e a troca de experiências entre os participantes”, aponta o presidente da Multiplicando Talentos, Eduardo Milioli.

ASCOM Multiplicando Talentos - Francis Leny


29/09/2014  às 07hs53
...