01/10/2014  às 08hs00

Entretenimento

Florianópolis recebe primeiro cinema solar do Brasil

Equipado com placas solares e um sistema conversor que transforma a energia solar em elétrica, o Cinesolar possui uma estrutura autossustentável


Foto: Divulgação/Alesc

Foto: Divulgação/Alesc

Um projeto cultural adota energia limpa e renovável para exibir filmes e divulgar arte pelo Brasil. Depois de passar por várias cidades, o Cinesolar, primeiro cinema móvel do país que funciona com energia do sol, chega a Florianópolis para realizar duas sessões gratuitas do longa-metragem ‘Colegas’, de Marcelo Galvão. As atividades ao ar livre acontecem na quinta-feira, dia 2, às 19h, na escadaria do Rosário, no Centro, e na sexta-feira, dia 3, no mesmo horário, no Conselho Comunitário da Tapera, com entrada franca.

Patrocinado pela Genzyme, empresa farmacêutica do grupo Sanofi, o projeto já viabilizou a realização de sessões de cinema em Goiás Velho (GO), Brasília (DF) e alguns locais de São Paulo. Ainda estão na agenda passagens pelo Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, além do Festival Curta Brasília, que acontece na capital federal. Em Florianópolis, a iniciativa conta com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Fundação Franklin Cascaes e Universidade Federal de Santa Catarina.

Equipado com placas solares e um sistema conversor que transforma a energia solar em elétrica, o Cinesolar possui uma estrutura autossustentável. Além do telão para exibição de filmes, o veículo tem sistema de som, projeção, cabine para DJ e ainda carrega cadeiras para acomodar o público. Desde o início das atividades, em maio, o cinema móvel foi visto por mais de 13 mil pessoas. Nas 90 sessões já realizadas, o projeto gerou uma economia de 220 mil watts, o equivalente a cerca de 400 horas de funcionamento ininterrupto de uma geladeira.

De acordo com Cynthia Alario, diretora da empresa Brazucah produções e coordenadora do projeto, o Brasil tem um incrível potencial em energias renováveis que podem beneficiar diversos segmentos, inclusive no campo do entretenimento, das artes e da cultura. “Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui”, explica. 


Agência ALESC


01/10/2014  às 08hs00
...